Single Blog Title

This is a single blog caption
27 jul

Coisas que você precisa saber antes de curtir os Jogos Olímpicos Rio 2016

Na contagem regressiva para o início dos Jogos Olímpicos Rio 2016, ainda tem muita gente quebrando a cabeça se planejando para vir até a Cidade Maravilhosa pra curtir o maior evento esportivo do mundo. O que não e vergonha para ninguém, já que nem tudo ainda está definido e mesmo quem é local ainda está meio perdido com as mudanças que a cidade vem passando. Por isso, reuni aqui o máximo de dicas pra tentar ajudar quem vem aproveitar as Olimpíadas.

Hospedagem

Não deixe pra fechar a hospedagem de última hora. A maior parte dos hotéis da cidade estão reservados para as delegações e equipes técnicas dos países participantes, e os que ainda têm vagas estão com os preços nas alturas. Se esperar demais, periga não achar nada em conta mesmo nos esquemas mais alternativos.

Mas onde ficar?

Muita gente se pergunta se vale a pena ficar hospedado na Barra da Tijuca, perto das Arenas, durante as Olimpíadas. A melhor resposta é: depende. Se você vem pra curtir um montão de jogos na região, vale a pena otimizar os deslocamentos e buscar um hotel ou apartamento pra ficar por ali. Se você tem ingressos só para uma ou outra competição e quer aproveitar os dias livres pra curtir o Rio de Janeiro, corre o risco de acabar ficando meio isolado. Os bairros da Zona Sul, o Centro da cidade e a Tijuca são regiões bem servidas de transporte e com várias opções de hospedagem.

marinapalace (1)

Transporte

Durante os Jogos, o transporte público promete ser a maneira mais eficiente de se locomover pela cidade. Carros e táxis não terão acesso direto aos equipamentos olímpicos. Entre as opções de transporte, estão as linhas de metrô, os ônibus comuns, o BRT (Bus Rapid Transit), o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) e os trens da SuperVia.

Para o período dos Jogos, está sendo vendido o Cartão Olímpico, um cartão especial para o que será aceito em todos os meios de transporte público (ônibus, VLT, Metrô, BRT e trem). Até aí, tudo lindo. O problema é o preço salgado: são três valores que correspondem a períodos de tempo no qual o espectador pode usar quantas passagens forem necessárias: R$ 25 (1 dia), R$ 70 (3 dias), R$ 160 (7 dias). A compra pode ser feita pela internet, com entrega nacional (sujeita a taxa), ou nos pontos de venda, como estações de metrô, BRT, trem, Rodoviária Novo Rio e aeroportos.

Dá pra chegar nos equipamentos olímpicos pagando bilhete normal? Dá, mas o acesso aos serviços especiais de transporte para as Olimpíadas será exclusivo pra quem tiver o cartão especial.

Por exemplo, as linhas expressas do BRT Vila Militar – Recreio; Jardim Oceânico – Centro Olímpico; Vicente de Carvalho – Centro Olímpico; e Jardim Oceânico – Golfe; que levam direto para as principais Arenas, só com o Cartão Olímpico. O mesmo vale para a tão aguardada Linha 4 do metrô, que vai ligar a estação General Osório ao Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca. Pra ver todos os detalhes, vale acessar o site da Cidade Olímpica.

Com tudo isso, baixar o aplicativo Moovit é item de necessidade básica na cidade, por ser o mais atualizado com as mudanças quase diárias do trânsito do Rio. Vale simular suas rotas para os jogos com antecedência, pra saber se vai precisar ou não comprar o Cartão Olímpico exclusivo.

metrorionovos

Feriados

Até agora, foram decretados três feriados oficiais na cidade durante os Jogos Olímpicos. O objetivo é diminuir o impacto na cidade, principalmente no trânsito, em datas consideradas cruciais:

  • 5 de agosto: uma sexta-feira, dia da Cerimônia de Abertura, no Maracanã, que vai reunir mais de 10 mil atletas;
  • 18 de agosto: uma quinta-feira, dia da prova de triatlo que vai interditar várias ruas da Zona Sul;
  • 22 de agosto: dia seguinte ao encerramento dos Jogos, quando nada menos que 100 mil pessoas devem deixar o Rio ao mesmo tempo.

O feriados, porém não vão impactar nos serviços da cidade: bares, restaurantes, padarias, etc, vão funcionar normalmente para atenderem ao público.

mascotes-rio2016-amigos

Ingressos

Resolveu ver os Jogos Rio 2016 de última hora e ainda não tem ingressos? Ainda dá pra encontrar bilhetes disponíveis, custando a partir de R$ 20 e com muita coisa por até R$ 70. Toda quinta-feira, ao meio-dia, é disponibilizado um novo lote de ingressos, inclusive de finais. Vale se cadastrar no site e ficar ligado.

É possível comprar os ingressos pela internet em formato de e-ticket, para baixar e imprimir em casa, ou retirar no dia nos locais das disputas, ou mesmo adquirir diretamente nas bilheterias oficiais Rio 2016. Nos Rio, as bilheterias ficam nos shoppings Leblon e Via Parque, além das estações de trem da SuperVia Central e Maracanã. Pra saber os endereços e horários de funcionamento, clique aqui.

Se, por outro lado, você comprou ingressos mas não vai poder ir, o Rio 2016 tem um serviço oficial de revenda, disponível pra quem comprou pelo site oficial de ingressos. Após os Jogos, caso os ingressos sejam vendidos, o Rio 2016 devolve 100% do valor pago, sem cobrar nenhuma taxa.

(Foto: Rio 2016)

(Foto: Rio 2016)

Compras

A bandeira Visa é um dos maiores patrocinadores do Rio 2016. Com isso, todas as vendas relacionadas aos Jogos – seja de ingressos, alimentos, bebidas ou produtos oficiais – só pode ser feita com cartões de crédito ou débito Visa, ou em dinheiro vivo.

Quem não tem cartão Visa e quer comprar ingressos pelo site, tem como alternativa a “Solução de Pagamento Virtual Rio 2016”, uma espécie de cartão pré-pago virtual gratuito, que é enviado por e-mail durante a compra.

 

Via Almost Locals.

 

Deixe um comentário