10 programas 100% cariocas e gratuitos!

Ser carioca não é simplesmente ter nascido no Rio, ser carioca é acima de tudo um estilo de vida.
17 nov

10 programas 100% cariocas e gratuitos!

Ser carioca não é simplesmente ter nascido no Rio, ser carioca é acima de tudo um estilo de vida. Quem vem ao Rio busca os famosos bares onde o dress code não passa nem perto, é tomar uma cerveja gelada com um bom sambinha, é curtir as praias cariocas e sua paisagem inconfundível. Portanto, para que você venha ao Rio e possa curtir como um legítimo carioca, siga essas recomendações:

1. Passear na Lagoa
A Lagoa é motivo de orgulho entre os cariocas, e com toda razão! Os Dois Irmãos e a Pedra da Gávea surgem monstruosos de um lado, enquanto o Cristo, do outro lado, observa tudo lá de cima. É surreal a composição natural da Lagoa, todo dia eu me pergunto se isso é mesmo de verdade. Aqui tem pista de skate, clubes de regata, uma ciclovia que circunda toda a lagoa, o Parque da Catacumba que possui uma trilha com uma vista espetacular no seu topo (vale a pena conhecer), quiosques com uma variedade gastronômica absurda: cozinha árabe, oriental, alemã, além de saladas e picanhas na pedra, além de outras tantas opções.
Ah! Não esqueça de fazer um piquenique no final da tarde – nada mais carioca ?

quiosques-da-lagoa-rio-de-janeiro-6

2. Piquenique no Aterro do Flamengo
Não há nada melhor numa tarde de domingo do que fazer um piquenique com pessoas queridas no gramadão extenso do Aterro do Flamengo. Por quê? Ué, porque tem a vista do Pão de Açúcar (que é um espetáculo), a vista da Baía de Guanabara inteira, o MAM (Museu de Arte Moderna), quadras para esportes de todos os tipos e uma ciclovia de 8km!
E fique ligado, pois aqui, geralmente próximo ao MAM, rolam uns eventos gratuitos super descolados. Vale a pena conferir!

0_4200_0_2800_one_2Brazil_RiodeJaneiro_Flamengo_4084_SC

3. Arco do Teles
Próximo ao CCBB (que também é um ótimo programa), caminhando por ruas sinuosas amparadas por edifícios do século 18 (Impressionantemente bem conservados), eis que surge, em meio aquele cenário, bares e restaurantes charmosíssimos. E fica a dica – bom mesmo é curtir o fervo nos dias de semana, especialmente nas quintas-feiras. O burburinho começa cedo, às 18h/19h. A regra é clara: cerveja gelada e muita descontração! Até porque tomar um chope na época imperial não é pouca coisa.

explore_rio_teles

4. Parque Lage
Na minha opinião esse é um dos parques públicos mais bacanas do Rio. Dentre suas qualidades estão – fácil acesso, segurança, ótima conservação, espaços para piqueniques, uma trilha que vai até o Corcovado passando por cachoeiras e mirantes (Uau!) e fica ao lado do Jardim Botânico. Aqui você encontra um café super charmoso, uma delícia para passar a tarde conversando ou lendo um livro. Ah, não deixe de visitar o belo palacete da Escola de Artes Visuais!

parque-da-laje

5. Cachoeiras!!
Escondidas entre as florestas e montanhas do Rio de Janeiro, o Rio oferece um verdadeiro refúgio dentro de alguns parques. Só vai te exigir uma leve caminhada, mas chegando lá a diversão é certa! Se quiser saber mais sobre as cachoeiras do Rio, confira essa matéria.

cachoeiras-do-rio-de-janeiro-2

6. Feira Hippie de Ipanema
Super tradicional entre cariocas e turistas. Aqui tem umas tendas que vendem umas mochilas de couro espetaculares, sem falar outras que oferecem uma prataria impecável. Eu gosto muito de passear por aqui e me surpreender com uns artigos de couro (amo couro), e no final sempre cai bem uma tapioca recheada – se você ainda não experimentou, por favor corra pra lá agooora – ah, tem umas tendas de acarajé que não são excelentes como na Bahia, mas vale a pena experimentar #ficaadica
A feira acontece todo domingo das 8h às 20h na Praça General Osório em Ipanema.

leighton_meesterna_e_namorado_54_1

7. Praia!
Não seria uma lista de programas cariocas se não houvesse praia. É tudo de bom, primeiro porque o programa é gratuito, segundo porque tá em todo canto da cidade, terceiro porque tem visuais surreais como na Prainha ou na Praia da Macumba. Se você quer algo mais light, pra curtir com a família, eu sugiro ir à Praia do Leblon. Se você quer uma badalação vá à Praia de Ipanema ou à Praia da Barra e se estiver buscando um burburinho LGBT vá também à Ipanema só que fique exatamente em frente à Rua Farme de Amoedo, entre os postos 8 e 9. A Praia de Copacabana é mais turística, porém vale a pena dar um pulinho. Ah, e além do visual incrível a Praia da Macumba e da Prainha são perfeitas para surfar – Simbora?

0_4200_0_2800_one_Brazil_RiodeJaneiro_BarradeTijuca_6132_SC

8. Baixo Gávea (BG)
Não há nada mais carioca do que socializar no Baixo Gávea (ou “BG” como os cariocas chamam). A primeira vista você pode pensar que é só uma rua com um bando de maluco em pé na rua tomando cerveja. Não é só isso, aqui há uma história da cultura carioca. Os bares que margeiam a rua do BG são quase que patrimônio cultural dos locais. Enfim, não se pode vir ao Rio e não tomar uma cerveja gelada no Baixo Gávea. Fechado?

baixo-gávea-conexao-mundo-rio-de-janeiro

9. Bar Urca
O Bar Urca é assim: você entra lá pega uma cerveja geladíssima, pede uma porção de pastel e corre pra pegar um lugarzinho na mureta, em frente ao bar. Pronto. Agora é só sentar na mureta e aproveitar a vista da Baía de Guanabara – a melhor hora pra vir aqui é no final da tarde – por quê? O pôr do sol lhe dirá.

0_4200_0_2795_one_RiodeJaneiro_Urca_AdrianaOzorio-40

10. Samba na Pedra do Sal
Programa carioquíssimo! Se você não gosta de muvuca nem chegue perto, pois o point fica lotado! Aqui tem tudo o que um carioca gosta: cerveja gelada, roda de samba e clima casual. Quer mais? O endereço é Largo da Prainha no Centro do Rio.

explore_rio_teles

 

 

FAÇA SUA PRÉ RESERVA NO ID HOSTEL LEBLON

2 Responses

Deixe um comentário